domingo, 29 de agosto de 2010

* É vero...
































 É   VERO...




Lua nova, quarto - crescente
lua cheia, minguante e estrelas.
Com tudo isto o homem se encantou.


Sol forte, trabalho, cidades, buzinas
happy - hour e chopp nas esquinas
Em tudo isto o homem se aventurou.


promessas políticas não cumpridas
riquezas mórbidas das classes dominantes
tecendo olhos úmidos de dor e rastros de desamor...?!


A isto ele não se acostumou, seria     A     M O R T E






de; Vallentine (poetisa menor)


.

Um comentário:

Cláudio J. Gontijo disse...

Valentine.

Biólogo mineiro, vou percorrendo algumas páginas para divulgar o Verde Vida, dedicado à causa ambiental e humanística.

http://www.vervida.blogspot.com

Que a sua jornada seja longa e, sempre, iluminada.